terça-feira, 10 de julho de 2012

E aquele pensamento de que, ás vezes, você quer tanto proteger que acaba afastando? Morrer sufocado me parece péssimo, mas morrer sem ser amado me parece ser algo a se considerar.
Ás vezes o necessário é afrouxar as redias, não significa que não ama mais, não significa que não é mais importante, significa que há confiança suficiente, significa que são maduros suficientes pra saber lidar com altos e baixos da vida, que vão ocorrer diferenças, mas que isso não vai causar impacto no mais importante e no que os une: O amor.


"O amor é paciente, é bondoso; o amor não é invejoso, não é arrogante, não se ensoberbece, não é ambicioso, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda ressentimento pelo mal sofrido, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta".

Nenhum comentário: