terça-feira, 19 de abril de 2011



"Eu sou feito de sonhos interrompidos,detalhes despercebidos,amores mal resolvidos.
Sou feito de choros sem ter razão,pessoas no coração,atos por impulsão.
Sinto falta de lugares que não conheci,experiências que não vivi,momentos que já esqueci.
Eu sou amor e carinho constante,distraída até o bastante,não paro por instante.
Já tive noites mal dormidas,perdi pessoas muito queridas,cumpri coisas não-prometidas.
Muitas vezes eu desisti sem mesmo tentar,pensei em fugir para não enfrentar, sorri para não chorar.
Eu sinto pelas coisas que não mudei,amizades que não cultivei,aqueles que eu julguei, coisas que eu falei.
Tenho saudade de pessoas que fui conhecendo,lembranças que fui esquecendo,amigos que acabei perdendo.
Mas continuo vivendo e aprendendo".

quarta-feira, 13 de abril de 2011


"A vida me ensinou... A dizer adeus às pessoas que amo, sem tira-las do meu coração. Sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostra-las que sou diferente do que elas pensam. Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar. Aprender com meus erros. Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo, a ser forte quando os que amo então com problemas. Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho. Ouvir a todos que só precisam desabafar. Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos. Perdoar incondicionamente, pois já precisei desse perdão. Amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor. A pedir perdão. A sonhar acordada. A acordar para a relidade".

terça-feira, 12 de abril de 2011


"Aqueles que se amam e são separados podem viver sua dor, mas isso não é desespero: eles sabem que o amor existe".


Albert Camus.