quarta-feira, 18 de março de 2009

“Ouça o som do vento que vem dançando lá do mar Trazendo o seu perfume que contagia todo ar Vem cantando com as estrelas um ritmo delirante E voando como pássaro que menina interresante Ao som da sua voz eu vejo seu sorisso E a olhar em seus olhos eu imagino o paraíso Vejo os teus passos de dança sem fim E sinto o teu cheiro seu perfume é de jasmim Dança tão bonita que não paro de te olhar Nossa bailarina qualquer um queria te amar Quem nunca amou alguém que vá até a lua E você tem a liberdade de gritar que ela é sua...”

(La Bailarín en Noche - Eduardy Batista).

2 comentários:

* Leticia * disse...

ah bih! que lindo o poema! é todo ritmado!! parece que tá cantando!!
ah, amei, você tinha razão!!
e a foto?! ah eu ficava fazendo extripulias na barra também =D
ai ai ai!!
obrigada por conversar comigo na aula hoje, eu ando meio, desligada!! normal!!
ah..
beijos bih!!

eduardy disse...

Oiii Bianca tudo bem..?
Prazer sou Eduardy Batista..
Fico feliz que tenha gostado do meu poema,me add no msn: eduardy_batista@hotmail.com.
beijos
fica com Deus